BlogBlogs.Com.Br

Ranganathan continua em cena: recensão

Posted by Author On Month - Day - Year

postado

Google volta a defender acordo para digitalização de livros

Posted by Author On Month - Day - Year

O Filme Central do Brasil: um olhar diferente

Posted by Author On Month - Day - Year

A fusão entre o silêncio e o contraste da modernidade

Posted by Author On Month - Day - Year

Reflexões de Milanesi em seu blog

Posted by Author On Month - Day - Year

Curso Conservação de Documentos

Postado por Carla Façanha On 10:13:00 0 comentários



Agir Consultoria Jr. percebendo a carência de profissionais nos arquivos, museus e bibliotecas que dominem técnicas para conservação de atas, certificados, livros, jornais, cartas históricas, entre outros, oferece o Curso Conservação de Documentos. Ele possibilitará avaliar o documento para tomada de decisões preventivas e reparadoras quanto ao prolongamento de vida do suporte físico “papel”.
O curso irá dar noções de restauração com a utilização de papel japonês e cola que funciona primordialmente como espessante neutro, porém é também emulsificante, agente de suspensão homogenizante e aglutinante.

Você aprenderá também confeccionar capa dura usada em monografias, fazer costura japonesa e à francesa.

Público alvo:
Bibliotecários, Bibliófilos, Estudantes de Biblioteconomia, Designe de Materiais, História, Arquivologia e Museologia.
Dias: 09, 16, 23, e 30 de outubro. Aos sábados das 13h30 às 17h30.
VAGAS LIMITADAS
Local de realização: EEFM Polivalente.
Rua José Marrocos - Juazeiro do Norte
Promoção: AGIR Consultoria Jr. Curso de Biblioteconomia da UFC Cariri
Contato: 9971-4935
Facilitador: Carlos Oliveira - participou do Curso Conservação e Noções de Restauração pela Associação de Bibliotecários do Ceará, ministrou oficinas de Conservação no Senac Crato, Senac Juazeiro e UFC Campus Cariri, trabalhou durante seis anos na Biblioteca Central da URCA na Oficina de Conservação/Encadernação de Livros com a supervisão da Restauradora Márcia Burgos e Bibliotecária Altamir Teles.
 
Programação:

DEFINIÇÕES
Preservação, conservação, conservação preventiva, restauração
AGENTES DE DEGRADAÇÃO DO PAPEL
Internos e  Externos
AGENTES FÍSICOS
Luz, Temperatura e umidade relativa
AGENTES QUÍMICOS
Poluição ambiental e Poeira
AGENTES FÍSICOS MECÂNICOS
Guarda inadequada, Manuseio incorreto e Desastres
AGENTES BIOLÓGICOS
Microorganismos: bactérias e fungos
Insetos: traças, baratas, cupins, brocas e piolhos; Roedores; Homem
TÉCNICAS DE CONSERVAÇÃO
Diagnóstico, Monitoramento ambiental, Vistoria, Higienização,  Acondicionamento, Reparos: fragmentos, Encadernação e reencadernação, Armazenamento,  Plano de salvamento e emergência.


Fonte: Carlos Oliveira - Diretor Administrativo carlosoliveira.agir@gmail.com 
 AGIR Consultoria Jr. - Empresa Jr. do Curso de Biblioteconomia da UFC Cariri
(88) 9971- 4935
 agir.cariri.ufc.br
twitter

V Semana de Biblioteconomia da ECA/USP

Postado por Carla Façanha On 10:23:00 0 comentários

De 27/09 a 01/10
Semana de Biblioteconomia da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) é em evento acadêmico que objetiva estimular e promover o espírito crítico em relação à formação e à atuação do bibliotecário; reunir a comunidade bibliotecária paulista, aproximando-a da principal universidade pública brasileira – a USP; e divulgar o curso de Biblioteconomia na ECA e na USP, mostrando a multiplicidade de atuações do bibliotecário e a interdisciplinaridade da carreira com outras áreas.
O evento é organizado por alunos do curso de Biblioteconomia da ECA/USP, sob a orientação do Professor Waldomiro Vergueiro e apoio do departamento de Biblioteconomia e documentação (CBD). Serão promovidas palestras e mesas-redondas com convidados e ex-alunos do próprio curso. As atividades ocorrerão entre 27 de setembro a 01 de outubro de 2010.
Neste ano o tema da V Semana de Biblioteconomia será “As áreas de atuação do bibliotecário” e contará com mesas-redondas sobre Bibliotecas, Centros de Documentação, Centros de Memória, Consultorias, Arquitetura da Informação, Documentação Audiovisual, Área Acadêmica: pesquisa e docência e uma palestra sobre  Bibliotecários no mundo: a experiência do profissional de outro país.
A programação completa, com informações sobre os palestrantes, está disponível no endereço: http://www.cabieca.com.br/semanabiblio/.
Também é possível acompanhar pelas redes sociais Twitter e Facebook.
Faça já sua inscrição!
FONTE: Comissão Organizadora da V Semana de Biblioteconomia da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP)
twitter

Conheça a AGIR Consultoria Jr.

Postado por Carla Façanha On 17:17:00 0 comentários

AGIR Consultoria Jr. - Empresa Jr. do curso de Biblioteconomia da UFC Campus Cariri. É a primeira empresa Junior de Biblioteconomia da região Nordeste, a única a realizar serviços na área, desenvolvido por alunos do Curso de Graduação em Biblioteconomia e supervisionado por uma equipe de Professores.

A Empresa Junior, surgiu no final do ano de 2009, através de reflexões efetuadas em face de demandas existentes na região do Cariri, campo principal de atuação da Empresa Júnior, naquilo que compete às práticas bibliotecárias, motivados também pela inexistência de atuação técnica dos discentes do curso. A AGIR Consultoria Jr. atua nas áreas da Biblioteconomia e Ciência da Informação e os serviços são executados exclusivamente por alunos do curso da UFC Campus Cariri.

Hoje a  AGIR Consultoria Jr. é um projeto de Extensão da UFC, coordenado pela Professora Ariluci Goes Elliott, e é parte integrante do curso de Biblioteconomia, se tornando um instrumento de atuação dos discentes do curso, e de integração universidade-empresa. 

Para isso a AGIR Consultoria Jr. busca desenvolver nos estudantes do curso o empreendedorismo, realizando parcerias importantes como o Sebrae/CE, além do contato com outras empresas junior, como por exemplo a Ayra Consultoria Jr. da UFRJ e a BiblioJunior da UFSC.

POR QUE OPTAR PELA AGIR CONSULTORIA JR. ?

AGIR Consultoria Jr. está sediada no Campus Cariri da Universidade Federal do Ceará, o que nos proporciona as vantagens de poder usufruir de estrutura e professores altamente capacitados para nos orientar nos projetos junto à empresa. Tudo isso nos garante grande qualidade, eficiência, organização e confiança em todos os serviços prestados. Devido a AGIR Consultoria Jr. ser uma organização sem fins econômicos, ao procurar nossos serviços de consultoria e serviços técnicos, os empresários, estudantes e a sociedade em geral terão acesso à preços bem inferiores aos oferecidos pelo mercado, bem como a uma equipe dedicada que garantirá eficiência e bom atendimento.

 SERVIÇOS
Normalização de Trabalhos Técnicos e Cientifícos
-Monografias, Artigos Cientifícos, Relatórios Técnicos, Fichamento, Resenha, Teses e Dissertações, dentre outros documentos.
Ficha Catalográfica
Promoção de Cursos e Treinamentos e Desenvolvimento de Ações Culturais.
Consultoria
A AGIR Consultoria Jr. oferece consultoria na implantação e organização de Bibliotecas e Arquivos, e na Gestão da Informação nas empresas, Organização das informações em sites.

 MISSÃO

Atuar na área informacional, em seus distintos nichos mercadológicos, prezando pela qualidade na prestação de seus serviços, sempre priorizando a integração do conhecimento teórico e prático, resultando assim em benefícios aos discentes do curso de Biblioteconomia da UFC Campus Cariri, que entrarão em contato com a experiência profissional e empresarial da região do Cariri

 VISÃO

Estabelecer-se na região Nordeste, como referência na prestação de serviços informacionais, sempre e exclusivamente prezando pela qualidade, eficiência e eficácia na prestação e desenvolvimento de seus serviços.

 VALORES
Ética, Responsabilidade, Profissionalismo, Cooperação, Pró-Atividade,Inovação, Comprometimento, Respeito, Dedicação, Intra- Empreendedorismo.

 DIFERENCIAIS
-Orientação de Professores Mestres e Doutores;
-Alunos comprometidos com o serviço;
-Processo Seletivo;
-Consultoria Externa, formada por profissionais Bibliotecários da região do Cariri.

DIRETORIA EXECUTIVA 
Samuel Monteiro - Diretor Presidente
Carlos Oliveira - Diretor Administrativo
Felipe Ferreira - Diretor de Marketing
Isac José - Diretor Financeiro
Carlos Gomes - Diretor de Relações Externas
Alla Moanna - Diretora de Projetos e Estudos
Naira Michelle - Diretora Jurídica
Erivana D'arc- Diretora de Gestão de Pessoas

Maiores Informações
__________________________________________________________________________

AGIR Consultoria Jr fica localizada na Av. Tenente Raimundo Rocha, SN, Bairro Cidade Universitaria, Juazeiro do Norte. Sala 37, Bloco II, Campus da UFC Cariri. 

@AGIRconsultoria
Tel:. (88) 9971-4935

Fonte: AGIR Consultoria Jr.
Empresa Jr. do Curso de Biblioteconomia da UFC Cariri
(88) 9971- 4935

agir.cariri.ufc.br
agirconsultoriajr.blogspot.com

twitter

O destino da Humanidade por Edgar Morin

Postado por Carla Façanha On 23:16:00 0 comentários

A Semana de Etudos em Ciência da Informação é um evento realizado anualmente pelo curso de Ciências da Informação e Documentação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. A semana tem como objetivo promover o intercâmbio de conhecimentos e idéias entre alunos de graduação, docentes, pesquisadores e outros profissionais da área de Ciências da Informação através de palestras, oficinas, mesas de debate e apresentações culturais.  Assim, a cada nova edição, a SECID propõe a discussões de temáticas  pertinentes para  o campo da  Ciência da Informação  e suas áreas correlatas.
Em 2010, será realizada a VII Semanana de Estudos em Ciências da Informação: novos desafios e perspectivas para a Ciência da Informação, que acontecerá entre os dias 27 de Setembro a 1º de Outubro de 2010. O evento contará com importantes representantes da área para discutirem temas como espaço de trabalho, pesquisa e novas reflexões sobre a atuação do Profissional da Informação.
Além de palestras, o evento também promoverá apresentações culturais, minicursos e exposições.
Inscrições, Programação e outras informações no site  http://dfm.ffclrp.usp.br/secid/

Fonte: CENTRO ESTUDANTIL  DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO
twitter

Professor do curso de Biblioteconomia da UFC Cariri Jonathas Carvalho lança o livro:

Uma análise sobre a identidade da Biblioteconomia: perspectivas históricas e objeto de estudo.

O lançamento do livro será feito no dia 14 de junho de 2010, a partir das 9h da manhã, no auditório da UFC Campus Cariri em Juazeiro do Norte.

Sinopse:

É inegável a importância dos estudos sobre identidade para a caracterização de indivíduos, grupos, ciências e diversas outras categorias num momento em que as mudanças ocorrem intensamente. A própria história da identidade, assim como as sociedades contemporâneas passam, na concepção de alguns, por uma crise e, na visão de outros, por mudanças rápidas e difíceis de assimilar. Por isso, a pertinência em inserir a Biblioteconomia no rol dos estudos sobre identidade. A construção de uma identidade da Biblioteconomia pode ser entendida a partir do seu percurso histórico, pois é o momento em que podemos analisar suas conturbações, seus percalços, desafios, êxitos, dentre outros aspectos que contribuíram e contribuem para a constituição da Biblioteconomia atual. Essa compreensão identitária da história da Biblioteconomia também nos remete a analisar o seu objeto de estudo, visando saber das influências que promovem a área. Cabe inclusive perguntar: existe um objeto de estudo da Biblioteconomia? Com a abordagem identitária da história e de uma possível configuração de um objeto para a Biblioteconomia, temos mais possibilidades de compreender os aspectos profissionais que norteiam a área. 


Contamos com a presença de todos!

Parabéns JONATHAS pela conquista!

twitter

Johanna Smit : quem é?

Postado por Carla Façanha On 16:40:00 0 comentários
Gente, bisbliotando por aí, olha a foto rara que encontrei. Johanna Smit em 1968! 
Johana possui graduação em biblioteconomia e documentação pela Universidade de São Paulo (1970), mestrado em Documentação - Ecole Pratique des Hautes Etudes (1973) e doutorado em Análise do discurso pela Universidade de Paris-I (1977). Foi adjunta do representante de área na CAPES por dois mandatos. Atualmente exerce sua função de docente junto ao Departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP e dirige o Arquivo Geral da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: ciencia da informacao, arquivologia, arquivo fotografico, vocabulário controlado e organização da informação. Quem quiser saber um pouco mais sobre Johana Smit pode ver seu curriculun lattes ou então veja o post "A trajetória de Johanna Smit (Um 'post-homenagem')" do blog do Abrapira, lá você encontra alguns vídeos de entrevistas, onde poderá conhecer um pouco mais desta pesquisadora, referência nacional nos campos de arquivos e documentação audiovisual.


twitter

O museu como meio de comunicação

Postado por Carla Façanha On 16:22:00 0 comentários

Museus brasileiros desenvolvem suas ferramentas na internet e começam a encarar um novo papel cultural

Paula Alzugaray
img.jpg
MAIS QUE UMA VISITA 
Museus nacionais começam a firmar
presença em redes sociais e a criar seus próprios canais online
Desde a inauguração da nova sede, em 2008, a Fundação Iberê Camargo, de Porto Alegre, realizou sete exposições, com palestras e mesas de debate, que foram devidamente documentadas em vídeo e gravadas em áudio. Elas estão disponibilizadas para visitas virtuais e em podcasts (arquivos em áudio) no site do museu. Já o MIS-SP, desde sua reinauguração em 2009, colocou a vida virtual em sua agenda de prioridades e, com o uso de uma plataforma livre, criou uma comunidade digital, a Rede MIS. A Fundação Iberê Camargo e o novo MIS são instituições reestruturadas no contexto do novo século, à luz das necessidades de um público habituado a ter toda a informação do  mundo ao alcance de um clique. Por isso, tendem a reconhecer suas ferramentas digitais não como mecanismos de armazenamento de dados, mas como veículos de comunicação, de produção de conhecimento em tempo real e de fomentação de uma participação mais ativa do público.
No Brasil, com todas as dificuldades que os museus têm para colocar seus projetos institucionais em andamento, a maioria dos sites ainda está correndo atrás do básico: fazer a digitalização dos acervos e atualizar seu banco de dados online. Em março, o Masp conseguiu disponibilizar para consulta virtual imagens e fichas técnicas de 10% de seu acervo de oito mil peças de arte ocidental do século IV até hoje. Já é um avanço. Mas a nova categoria de “visitantes virtuais” ainda se ressente. Diante de uma lista de 20 sites de instituições brasileiras, oferecida em istoé.com.br, ficou claro que o brasileiro quer mais interatividade. “Falta aproveitar melhor as ferramentas da web 2.0, a fim de criar um espaço em que os usuários possam participar, comentar e acrescentar ao acervo dos museus”, opina a internauta Camila Piovesana.
“Os sites dos museus no Brasil ainda são piores do que os de supermercados. Há um problema conceitual que nossos museus não veem: museus são canais de distribuição e devem ser pensados como veículos”, afirma Patricia Canetti, responsável pelo site do MIS-SP e gestora do canalcontemporaneo.art. br, lançado em 2000 como comunidade digital focada na arte contemporânea. Com a popularização das potencialidades interativas da web 2.0., os blogs, os arquivos de compartilhamento audiovisual e as redes sociais se tornaram tão importantes para os museus quanto os seus espaços físicos. A adesão a uma estrutura wiki, em que todos contribuem e editam informações, tem sido uma tendência seguida por sites de diferentes museus ao redor do mundo. A Museum and the Web 2010, conferência anual sobre os museus e as mídias digitais, que aconteceu entre os dias 13 e 17 de abril, no Colorado, EUA, teve um enorme contingente de palestrantes que dedicaram suas falas à implantação de estruturas semelhantes à Wikipédia. O Indianapolis Museum of Art (IMA) anunciou um serviço de consulta chamado IMA LAB, que permite aos internautas acompanhar detalhes como orçamento, estatísticas de consumo de energia da instituição e obras em empréstimo; e o whitney.org acaba de lançar o Artist Wiki Project que oferece aos artistas as ferramentas para a edição de informações.
Ainda não temos nos sites brasileiros nada parecido com as plataformas wiki, mas há outros dados que determinam a qualidade de um museu online: o uso de mídias em múltiplos formatos, a criação de maneiras inovadoras de complementar exposições físicas e a concepção de formas criativas de cativar a participação da audiência. Antenada, a pinacoteca.org.br disponibiliza o projeto “Museu Para Todos”, em que o internauta acessa links, fóruns e textos de apoio à compreensão das mostras. Também é interessante notar como uma ferramenta virtual pode ajudar a mudar o museu físico. Um bom exemplo é a sessão Como Participar no site do MAM-SP, que dá o passo a passo sobre como apoiar o museu e expõe os benefícios de tornar-se um parceiro.
img1.jpg
img2.jpg
 
Colaborou Nina Gazire
twitter

No meio do caminho tinha um livro...literalmente!

Postado por Carla Façanha On 08:42:00 0 comentários

Bicicloteca é um projeto financiado pelo programa VAI que possibilitou a instalação de uma Bicicloteca no campo limpo, em São Paulo. A Bicicleta fica no ponto de ônibus e as pessoas podem pegar os livros emprestados gratuitamente.




Imagens que falam muito... um exemplo que move montanhas.
No meio do caminho tinha um livro...literalmente!


Com vocês...


BICICLOTECA!


twitter

Informação & Sociedade: Estudos

Postado por Carla Façanha On 15:46:00 0 comentários


A revista Informação & Sociedade: Estudos acaba de ganhar melhora na qualificação Qualis/CAPES, passando de B2 para B1.


Conheça um pouco mais sobre a revista 

Informação & Sociedade: Estudos






Os periódicos científicos estão no coração da ciência. Esta afirmação é ainda mais verdadeira quando se refere ao campo da Ciência da Informação, pois a informação científica e tecnológica (ICT), objeto de estudo desse campo científico, representa um insumo à economia, cultura e cidadania na sociedade da informação. No Brasil, a ICT tem sido objeto de políticas públicas desde meados do século XX, especialmente no que diz respeito à capacitação de recursos humanos técnicos e acadêmicos. A década de 1970 foi marcada pela implantação dos cursos de pós-graduação na área de Ciência da Informação, seguindo-se a produção de periódicos brasileiros nesse campo científico.
A revista Informação & Sociedade: Estudos insere-se nesse contexto desde 1991, quando foi criada. Hoje, estamos no coração da Ciência da Informação, no Brasil e no mundo, e pulsamos nesse campo no ritmo das inovações tecnológicas, acrescentando à revista impressa uma versão eletrônica na plataforma OJS.
A linha editorial da revista está aberta às variadas perspectivas pelas quais os cientistas da informação observam a Informação na Sociedade. Nossa expectativa é que os mais diversos relatos de estudos sobre informação, bem como as reflexões e proposições dos cientistas da informação encontrem na revista um espaço de trocas comunicativas.
Conheça o foco editorial, as seções e colaboradores da revista acessando seu endereço  eletrônico http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/index
Este periódico é um repositório OAI 

twitter
Blog Widget by LinkWithin
    follow me on Twitter

    Eu sou assim...

    Minha foto
    Fortaleza/ Juazeiro do Norte, Ceará, Brazil
    Professora em Juazeiro do Norte pela UFC Campos Cariri e apaixonada pelas boas coisas da vida: Deus, família, meu esposo, amigos, biblioteconomia... Mestranda em CI pela UFPB com o tema de pesquisa intitulado "Uma proposta de categorização dos ex-votos do Casarão: o museus do Padre Cícero em Juazeiro do Norte". Atuo na área de Recursos e Serviços de Informação. Outros nteresses de pesquisa: memória e representação da informação.