BlogBlogs.Com.Br

Ranganathan continua em cena: recensão

Posted by Author On Month - Day - Year

postado

Google volta a defender acordo para digitalização de livros

Posted by Author On Month - Day - Year

O Filme Central do Brasil: um olhar diferente

Posted by Author On Month - Day - Year

A fusão entre o silêncio e o contraste da modernidade

Posted by Author On Month - Day - Year

Reflexões de Milanesi em seu blog

Posted by Author On Month - Day - Year

Compreendendo a produção de sentido

Postado por Carla Façanha On 14:28:00

 Primeiramente precisamos compreender como acontece a produção de sentido do sujeito, onde acontece e a partir de que pressupostos ela se realiza.
Lévy (1997) propõe que essa produção de sentido se da a partir do ato de comunicação, onde é esta que define a situação que vai dar sentido as mensagens. Muitas vezes a troca e circulação das informações apenas simbolizam a necessidade de confirmar relações. Por exemplo, um bom dia, pode se distanciar da significação lingüística e representar implicitamente um ato de educação, de simpatia e de confirmar relações. De acordo com o autor, quando
conversamos sobre o tempo com um comerciante de nosso bairro, não aprendemos absolutamente nada de novo sobre a chuva ou o sol, mas confirmamos um ao outro que mantemos boas relações e que ao mesmo tempo nossa intimidade não ultrapassou um certo grau, já que falamos de assuntos anódinos, etc. (LÉVY, 1997, p.21).

Por detrás dos discursos estão aspectos representativos e simbólicos que o sujeito utiliza para transformar o sentido de uma mensagem, onde esses aspectos, sejam por palavras, frases, sinais, imagens, etc., se entrelaçam na sua cognição com uma rede de mensagens anteriores e tentem influir, seja criando ou recriando, o significado das mensagens futuras.
Tudo parte da imensa rede associativa que constitui o universo mental do sujeito, um universo que se encontra em metamorfose permanente. O que acontece é um encontro de campos, mensagens e associações, mediante um processo interacional, em que o sujeito retrabalha, reinterpreta um discurso recebido através de relações com suas experiência e vivências, produzindo, fabricando e vivendo um novo discurso.
Silva Neto (1998) chama essa produção de sentido como “capacidade inventiva dos sujeitos, que através das operações de bricolagem e das infinitas estratégias desviantes, vão escapando ao cerco montado pelas instâncias produtoras...” (SILVA NETO, 1998, p. 42). Ao se deparar com um texto, discurso ou mensagem, o sujeito, muitas vezes, inconscientemente coloca em ação aspectos singulares do seu dia a dia, de suas vivências, de outros textos, de ingredientes simbólicos e culturais, que vão fazer com que este “realize inferências, na tentativa de recuperar os implícitos, de preencher as lacunas, para construir o sentido do texto.” (TREVISAN, 1992, p.53). De acordo com Trevisan (1992, p.53)
o leitor/ouvinte deixa aflorar, nesse momento, seu conhecimento de mundo, suas crenças, suas vivências, que conduzem ao estabelecimento de conexões entre os enunciados e o levam a construir o sentido do texto, que lê ou escuta.



LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1997.



SIVA NETO, Casemiro. O receptor globalizado: para além das visões reducionistas do sujeito. REDES, Rio de Janeiro, v. 2, n.4, p. 40-50, jan./ abril 1998.




TREVISAN, Eunice Maria Castegnaro. Os modelos cognitivos. In: _______. Leitura: coerência e conhecimento prévio (uma exemplificação com o frame carnaval). Santa Maria: Ed. da UFSM, 1992. p. 29-53.

twitter

0 Response to "Compreendendo a produção de sentido"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!!

Blog Widget by LinkWithin
    follow me on Twitter

    Eu sou assim...

    Minha foto
    Fortaleza/ Juazeiro do Norte, Ceará, Brazil
    Professora em Juazeiro do Norte pela UFC Campos Cariri e apaixonada pelas boas coisas da vida: Deus, família, meu esposo, amigos, biblioteconomia... Mestranda em CI pela UFPB com o tema de pesquisa intitulado "Uma proposta de categorização dos ex-votos do Casarão: o museus do Padre Cícero em Juazeiro do Norte". Atuo na área de Recursos e Serviços de Informação. Outros nteresses de pesquisa: memória e representação da informação.