BlogBlogs.Com.Br

Ranganathan continua em cena: recensão

Posted by Author On Month - Day - Year

postado

Google volta a defender acordo para digitalização de livros

Posted by Author On Month - Day - Year

O Filme Central do Brasil: um olhar diferente

Posted by Author On Month - Day - Year

A fusão entre o silêncio e o contraste da modernidade

Posted by Author On Month - Day - Year

Reflexões de Milanesi em seu blog

Posted by Author On Month - Day - Year

As cinco leis da Biblioteconomia

Postado por Carla Façanha On 17:15:00





Bisbliotando no site da Briquet Lemos encontrei por lá, quentinho, saindo do forno, o livro "As cinco leis da Biblioteconomia". Eis a pergunta que não quer calar:

"Porque, depois de tanto tempo, ainda se lê este livro? A resposta a esta pergunta é simples: porque os clássicos se leem sempre. E o que faz desta obra um clássico? Por que, decorridos quase 80 anos, este quincálogo da biblioteconomia, reiterada e teimosamente rediviva, continua atraindo leitores e releitores? Outra pergunta, por que publicar esta edição em português? O que tem ainda a nos dizer este senhor mais do que centenário, que nasceu e viveu num país tão distante do Brasil?"  Nota do site da Briquet Lemos






Editado pela primeira vez em 1931


 Saiba um pouco mais...


"Conversando com José Augusto Guimarães, dizia-me ele que precisávamos publicar, em português, os clássicos da Biblioteconomia e da Arquivologia. Não só concordei como pensei na viabilidade de tal projeto. Essa, no entanto, é uma tarefa hercúlea que poucos têm condições, competência e coragem para realizar. As editoras comerciais, com razão, resistem a assumir tal projeto, pois sabem que o retorno financeiro demoraria muito tempo – se ocorresse. Em 2006, com a publicação de “Missão do Bibliotecário”, o projeto de termos nas mãos os grandes clássicos começa a se concretizar. O responsável: Briquet de Lemos. Não a editora em si, pois é ela instrumento para a ousada e necessária publicação de importantes textos da área. Mas, o Antônio – que todos nós chamamos de Briquet – que ampliou sua imensa e importante biografia biblioteconômica com a missão – só posso entender como missão – de apoiar o crescimento da área subsidiando-a com textos de qualidade. Tudo isso para dizer que, ao lado de Ortega y Gasset, Briquet publicou Rubens Borba de Moraes (O Bibliófilo Aprendiz; Livros e Bibliotecas no Brasil Colonial), Edson Nery da Fonseca, nosso mestre ainda vivo (Introdução à Biblioteconomia) e, agora, “As cinco Leis da Biblioteconomia”, de Ranganathan.
Era preciso alguém com condições, competência e coragem para essa empreitada".


twitter

0 Response to "As cinco leis da Biblioteconomia"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!!

Blog Widget by LinkWithin
    follow me on Twitter

    Eu sou assim...

    Minha foto
    Fortaleza/ Juazeiro do Norte, Ceará, Brazil
    Professora em Juazeiro do Norte pela UFC Campos Cariri e apaixonada pelas boas coisas da vida: Deus, família, meu esposo, amigos, biblioteconomia... Mestranda em CI pela UFPB com o tema de pesquisa intitulado "Uma proposta de categorização dos ex-votos do Casarão: o museus do Padre Cícero em Juazeiro do Norte". Atuo na área de Recursos e Serviços de Informação. Outros nteresses de pesquisa: memória e representação da informação.