BlogBlogs.Com.Br

Ranganathan continua em cena: recensão

Posted by Author On Month - Day - Year

postado

Google volta a defender acordo para digitalização de livros

Posted by Author On Month - Day - Year

O Filme Central do Brasil: um olhar diferente

Posted by Author On Month - Day - Year

A fusão entre o silêncio e o contraste da modernidade

Posted by Author On Month - Day - Year

Reflexões de Milanesi em seu blog

Posted by Author On Month - Day - Year


A primeira vez em que a academia brasileira se aproximou dos afro-brasileiros, vendo-os como um grupo de reivindicação coletiva, foi no Projeto UNESCO, na década de cinqüenta (nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia). Ali, os pesquisadores puderam constatar a ocorrência de discriminações raciais, no Brasil. Paralelamente, um dos aspectos mais expressivos da mudança no padrão das relações raciais – no presente - é a existência de numerosas iniciativas que se propõem a contribuir para a melhoria das condições de vida das populações afro brasileiras. Nesse sentido, a proposta do Curso de Extensão Iniciativas Negras - Trocando Experiências é procurar estimular a reflexão crítica sobre diversas experiências que visem combater a discriminação racial, os racismos e as discriminações correlatas. O curso é inteiramente gratuito e aberto a todos os interessados.

O II Curso de Extensão Iniciativas Negras - Trocando Experiências dá seqüência a um curso – de quinze dias - de formação e capacitação realizado entre 2000 e 2004, no âmbito do Centro de Estudos Afro - Brasileiros (CEAB) da Universidade Candido Mendes (RJ). Este evento – que  época chamava-se Fórum Iniciativas Negras Trocando Experiências - tem procurado incentivar uma maior sinergia entre acadêmicos e ativistas. Buscávamos inseri-los nas novas formulações teóricas e técnico- administrativas aliadas à recuperação de tradicionais  práticas culturais. Diante da demanda crescente decidimos, naquela conjuntura, organizar a edição do RJ apenas bianualmente. Nos anos de intervalo (2003), realizamos Cursos Regionais – (com duração de três dias, cada) em  Piracicaba – SP,  Belo Horizonte – MG, Porto Alegre – RS e Macapá - AP.
No âmbito da UFC Cariri, partir de 2007, esta atividade passou a intitular-se Curso de Extensão Iniciativas Negras Trocando Experiências. Nosso intento, ao transformá-lo numa atividade de extensão foi de atingir uma maior abrangência regional, bem como contribuir com uma aproximação maior entre a universidade e a comunidade em geral. Ao adaptá-lo às características desta nova realidade este foi realizado com a duração de dez dias consecutivos – 26 de junho a 05 de julho- perfazendo um total de 80 horas que foram cobertas com palestras, mini -cursos, visitas culturais, oficinas, leituras, discussão de textos teóricos  e mesas redondas.
 
Em sua II edição na UFC/Cariri, em 2009 (tal qual em 2007) o curso abrigará diversas abordagens teóricas e metodológicas sobre ação afirmativa, gênero, saúde, educação, políticas públicas, redação de projetos científicos, elaboração de orçamentos, captação de recursos, comunidades quilombolas, movimentos sociais, subalternidades, direitos humanos e História e Cultura Afro-Brasileiras.
Nosso intuito no curso de Extensão Iniciativas Negras Trocando Experiências é que se torne um veículo capaz de ampliar informações, discussões e reflexões no campo da integração social, procurando estabelecer um diálogo para além dos limites geográficos das capitais e de algumas grandes cidades do território nacional, com enfoque, no Estado do Ceará. Buscamos o intercâmbio a divulgação e a difusão do conhecimento e da produção científica, no combate ao racismo e ao sexismo. Neste sentido, a metodologia empregada é de organização de painéis, de condução de oficinas, grupos de estudos, mesas redondas, visitas de intercâmbio a projetos comunitários e turismo histórico e cultural. Todos estas atividades são ministradas e coordenadas por pesquisadores de reconhecida competência e por ativistas com larga experiência nos referidos movimentos, como expresso no tópico deste projeto referente ao currículos dos convidados. A leitura de uma bibliografia específica será sugerida aos participantes que no decorrer das dez dias do curso, receberão livros, publicações e material didático que abordem a temática estudada.
 
Local: 
Cidade de Juazeiro do Norte :  Memorial Padre Cícero e auditório do SESC ; Cidade de  Barbalha: Cine –Teatro ( em dias diferentes)

Data e horários:
 Data de Início: 8/ 10/ 2009 Data de Término: 18/ 10/ 2009
          
Horários:
Manhã, tarde e algumas noites, durante os dez dias de realização do curso
 
Público alvo e público esperado
Seguimos, em 2009, com a mesma expectativa de público que obtivemos na edição anterior. Ou seja, cerca de 150 pessoas por dia, distribuídas nos três turnos (manhã, tarde e noite). Compreendidos entre os alunos da UFC, estudantes e professores, ativistas do movimento social e o público em geral. São conferidos certificados aos participantes com pelo menos noventa por cento de freqüência. 


 
twitter

0 Response to "II Curso de Extensão Iniciativas Negras Trocando Experiências"

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!!

Blog Widget by LinkWithin
    follow me on Twitter

    Eu sou assim...

    Minha foto
    Fortaleza/ Juazeiro do Norte, Ceará, Brazil
    Professora em Juazeiro do Norte pela UFC Campos Cariri e apaixonada pelas boas coisas da vida: Deus, família, meu esposo, amigos, biblioteconomia... Mestranda em CI pela UFPB com o tema de pesquisa intitulado "Uma proposta de categorização dos ex-votos do Casarão: o museus do Padre Cícero em Juazeiro do Norte". Atuo na área de Recursos e Serviços de Informação. Outros nteresses de pesquisa: memória e representação da informação.